Dicas, Notícias e Atualidades

Tigres ou Gatos?Eis a questão

No início dos anos 80, participava da reunião do Council of the Américas que se realizava em Washington no Departamento do Estado. Objetivava fazer uma avaliação da situação global e seus desdobramentos princilpamente para os países da América Latina.

Naquela época, representar o Brasil nesse tipo de evento era tarefa extremamente difícil. A visão externa a nosso respeito era a pior possível: crescimento pífio, país desmotivado, inflação galopante e etc. Ninguém queria conversar sobre Brasil. Mesmo os brasileiros mais otimistas olhavam a situação com um certo desalento.

Foi nesse cenário que coube-me a ingrata tarefa de comentar a situação do Brasil para um plenário realmente pouco interessado em gastar muito tempo conosco! Basta dizer que na relação dos oradores fui o lanterninha.

Os que me antecederam, não pouparam elogios aos tigres asiáticos, suas espetaculares taxas de crescimento, poupança e investimento em níveis recordes, modernização, enfim o verdadeiro nirvana para os investidores . Quando coube-me finalmente dirigir-me ao plenário, fiz uma defesa do país, baseando-me na brecha que me fora oferecida ao falarem dos tigres. Usei a figura do GATO. Sim, enquanto os países asiáticos eram os tigres, o Brasil era um GATO! Fiz a defesa candente das vantagens de ser um GATO e não ser um TIGRE. Comecei por dizer que o gato era um animal bem mais próximo do homem. Apesar de não dar grandes pulos, o gato podia cair de uma certa altura e recuperar-se imediatamente.
Lembrei-lhes da destreza felina, de sua flexibilidade, sua discrição,seu comportamente afetuoso, sua higiene e sua longevidade. Evidentemente os que lá ainda se encontravam, acharam uma certa graça nessa comparação que foi a melhor forma que encontrei para defender a situação que então vivíamos de uma inflação intolerável.
Essas consideraçãoes vieram a tona em função de que esse ano, no calendário chinês está sendo representado pelo TIGRE. O Tigre é um animal feroz, não domesticável e até traiçoeiro. Os chineses, preparam-se para celebrar a entrada do ano do tigre, que começa em 14 de fevereiro.     ano do tigre, segundo o horóscopo chinês, será marcado por grandes acontecimentos. Tanto no horóscopo chinês ou japonês, é originalmente um ano de grandiosidade e impulsividade, por isso coisas boas e más são levadas ao extremo. Pode-se ganhar muito dinheiro, mas também perder bastante.
Os anos passaram e raramente ouvimos falar dos tigres asiáticos como conjunto de países. Foram substituídos pelos BRIC’s, onde a China está incluída, ou seja, países que apresentam potencialmente maior taxa de crescimento nos próximos 10/20 anos que a dos chamados países desenvolvidos.

De qualquer forma, apesar de todo progresso que conseguimos conquistar nos últimos 15 anos, continuo preferindo que nos vejam muito mais próximos de um gato do que de um tigre. O Tigre é inclusive um animal em extinção, estima-se que na China existam apenas 50 tigres. No mundo todo, só existirão 3.200 tigres.

Portanto, mostrar um perfil discreto, mover-se com elegância sem chamar muito a atenção, e não ser feroz e agressivo, são características que deveríamos preservar.


Roberto Teixeira da Costa, economista, fundador do CEBRI (Centro Brasileiro de Relações Internacionais) e membro do Conselho do Inter American Dialogue, de Washington. Foi presidente do Ceal – conselho de Empresários da América Latina.

CONTATO

(11) 3168-6654
prpcosta@prpcoaching.com.br
Ou preencha nossa ficha de contato

INFORMAÇÕES SOBRE COACHING

Receba por e-mail cadastrando-se aqui